Mc.7.1-13

Quanta da minha religiosidade não se basea em tradição e esquece Jesus, sou desafiado hoje a perceber se algumas das coisas que tenho como tradição ou rito na minha vida, são ou não apenas atos sem sentido e para os quais Jesus hoje me adverte a repensar.
A busca de santidade na minha vida pessoal deve moldar o meu carácter ao carácter de Jesus e não a tradições ou ritos. Jesus ao argumentar o ritual da purificação, coloca o patamar de exigência num ponto mais alto, o que nos contamina não é o que tocamos, mas aquilo que dentro de nós é pecado, ao ser alertado hoje, buscarei “limpar e purificar” a minha vida, almejo que Jesus sonde cada recanto e beco da minha alma, nada lhe escondendo ou ocultando, a minha vida está perante Ele para ser moldada segundo a Sua vontade. “Santidade, santidade é o meu desejo…” diz um dos meus cânticos favoritos.
Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s